Na hora de contratar um novo funcionário, delinear o perfil desejado para o cargo em aberto é uma forma de direcionar o processo de recrutamento, otimizando tempo e realizando a contratação de forma mais precisa, reduzindo, assim, o turnover da empresa. É claro que cada empresa e cada cargo exigem competências específicas, mas algumas são essenciais a qualquer tipo de empresa e a qualquer posição no mercado de trabalho. Vamos conhecer essas características básicas então? Confira:

Formação

A formação acadêmica é o que traz a bagagem de conhecimento teórico sobre o campo de atuação em questão, dando suporte para a execução das atividades do funcionário. Na hora de contratar o funcionário ideal, verifique se ele tem a preparação teórica necessária para atender às demandas da empresa e do cargo a ser ocupado. A prática sempre pode ser aperfeiçoada. A base costuma já vir pronta.

Experiência

Sendo uma vaga de contratação imediata, o melhor é buscar um profissional que já possua certa experiência no mercado e possa começar contribuindo imediatamente para os objetivos da empresa. Verificar outras experiências profissionais do candidato e sua adequação à vaga pretendida faz com que você segmente seu banco de currículos e selecione os profissionais mais aptos a ocuparem a vaga.

Bom relacionamento interpessoal

Empresas são formadas por pessoas. Portanto, ter uma boa habilidade interpessoal impacta tanto no trabalho individual do profissional quanto nos resultados de toda a equipe. Essa competência é de extrema importância para que haja uma boa sinergia no ambiente de trabalho, permitindo que todos reúnam esforços para alcançar os objetivos da empresa.

Proatividade

A proatividade consiste na não espera para realizar determinada tarefa, assumindo-se a responsabilidade e fazendo as coisas acontecerem. Um funcionário que precisa ser instruído o tempo todo não produz o suficiente e ainda atrapalha o desempenho de quem precisa constantemente fiscalizar se o trabalho está sendo feito. O funcionário ideal deve ter perfil proativo, conhecendo bem suas atribuições e responsabilidades e colocando-as em prática sem necessitar do recebimento de ordens para tal.

Empreendedorismo

O empreendedorismo não é exclusivo de quem tem um negócio próprio. Ele pode — e deve — ser aplicado pelo funcionário dentro de uma empresa. Ao buscar o colaborador ideal para a sua empresa, verifique se ele tem perfil empreendedor, contribuindo com ideias novas para a equipe e agregando valor às atividades da empresa.

Resiliência

A pressão do ambiente corporativo pode ser bastante prejudicial para quem não possui um maior equilíbrio. Por isso, o funcionário ideal deve se mostrar resiliente diante de situações adversas, conseguindo controlar as emoções e lidar com problemas de uma maneira tranquila e profissional, superando quaisquer obstáculos sem maiores danos.

Flexibilidade

O mercado está em constante mudança e as empresas devem se adequar a novos contextos, assim como os profissionais que nelas trabalham. Na hora da contratação, verifique o grau de flexibilidade do candidato, expondo, por exemplo, um contexto de mudança e pedindo sua opinião a respeito. Sua resposta e reação vão deixar claro seu posicionamento.

Liderança

A liderança é uma competência que pode ser positiva ou negativa, dependendo de seu uso. Existem os líderes natos, mas que utilizam essa capacidade para gerar conflitos internos e promover insurgências, acabando por interferir no clima organizacional do negócio. Em contrapartida, um líder que volta suas ações para o empreendedorismo e a proatividade gera ótimos resultados para a empresa. Saber identificar o tipo de liderança exercida pelo funcionário vai dizer se ele é ou não o perfil ideal para o cargo oferecido.

Foco em resultados

Todas as competências anteriores devem confluir para a obtenção de resultados por parte da empresa. Estabelece-se, assim, uma relação de ganhos recíprocos, em que o funcionário atinge seus objetivos pessoais e profissionais e a empresa atinge seus objetivos mercadológicos. Se o funcionário não é focado em resultados, é possível ensiná-lo a trabalhar essa competência, completando o perfil do funcionário ideal.

Reunir todas essas competências em uma única pessoa é uma tarefa bem difícil. Contudo, você pode estabelecer níveis de importância para cada uma delas e fazer uma análise mais geral sobre o perfil dos candidatos. As habilidades que puderem ser ensinadas ao longo da trajetória do profissional e que não impactem diretamente nas atividades a serem desenvolvidas podem ter um nível de importância menor, contribuindo para o desenvolvimento do profissional ideal dentro da sua empresa.

Pronto para rever alguns currículos e repensar algumas entrevistas e contratações?

Somos uma Empresa que Escuta Você. O que nos habilita a dar Sugestões úteis para o Seu Sucesso e Facilita na Indicação de um Serviço Apropriado. Nossa Preocupação com a Qualidade fica Evidente desde Nosso Primeiro Atendimento. Trabalhamos com Desenvolvimento de Sites, Lojas Virtuais, Aplicativos, Publicidade em Vários Formatos e Muito Mais.